Pai Rico, Pai Pobre

Ler é um hábito que tem de se tornar comum para empreendedores, ler nos deixa motivados, instruídos, e ao menos pra mim, gera muitos insights, ideias de negócios e ensinamentos que podemos colocar em prática no nosso dia a dia e nos nossos negócios, em nossas empresas.

Pai Rico Pai Pobre foi o primeiro livro que li que instigou meu lado empreendedor, quem o escreveu foi Robert Kiyosaki, junto com Sharon Lechter. No livro, Kiyosaki fala da importância da independência financeira, e como alcançá-la através de investimentos, mercado imobiliário e ensina estratégias para proteção do patrimônio. O livro me abriu os olhos para como lidar com o dinheiro e como buscar uma boa gestão do mesmo, como priorizá-lo e como gastá-lo de maneira inteligente.

Robert kiyosaki

Há uma diferença entre ser pobre e estar quebrado. Estar quebrado é algo temporário. Ser pobre é algo eterno.

Alguns ensinamentos do livro:

Ativo, passivo e renda passiva

Você sabe a diferença REAL entre um ativo e um passivo? Eu era um dos que desconhecia esta regra essencial para investimentos e também não tinha conhecimento sobre renda passiva, e como elas podem nos deixar ricos até mesmo dormindo (rsrsrs). Kiyosaki explica como os ricos enriquecem ainda mais adquirindo “ativos geradores de renda”.

Corrida dos Ratos

 É contado no livro a história da corrida dos ratos, onde os autores explicam como as “pessoas normais” agem com o seu dinheiro, o que fazem com seus primeiros salários, como endividam-se e como quanto mais ganham, mais gastam. É exemplificado também uma situação que é um erro e que vejo repetidamente acontecer, que são pessoas tratando casas como investimento, como ativo.

Aprenda a trabalhar

Outro ensinamento do livro, é sobre a forma como devemos trabalhar, não trabalhar para outros, por mais que pareça algo que nos traz segurança, estabilidade e possibilidade de crescimento, aprendemos no livro que trabalhar para nossos próprios princípios e com o que gostamos é o que há de melhor em termos de felicidade e realização. Sem falar que quando lemos sobre grandes homens e mulheres do mundo dos negócios, vemos que um fator comum entre eles é que todos têm seu próprio negócio.

Aprenda a estudar

No livro, Kiyosaki tem dois pais, um que diz que o filho deve estudar bastante para conseguir um bom emprego, e outro que ensina o valor da iniciativa própria. Fala que as escolas nos ensinam a sermos empregados e não a empregarmos, que o ensinamento que temos nas mesmas de pouco servem para nosso crescimento como empreendedores. Ensina a estudarmos as leis a fim de pouparmos dinheiro como empresas, conta sobre seus empreendimentos que só funcionaram porque o autor conhecia as leis do mercado no qual empreendeu.

Investimentos

Crie sua própria sorte, este é o pensamento para ensinar a investir aplicado pelo autor no livro, explica que somos ensinados a poupar sempre e não a investir, devemos quebrar o efeito negativo da palavra para podermos melhorar nossa posição financeira.

O livro me ajudou muito sobre educação financeira, e como foi meu primeiro livro com essa temática, teve um efeito quase que instantâneo, reeduquei meu mindset sobre gestão financeira para conseguir ter maior controle sobre meu dinheiro. Pai Rico, Pai Pobre não vai de encontro ao que pregamos aqui no Empresa de Verdade, onde procuramos tocar em termos práticos, o que fazer de fato para mudar algo, para chegarmos do ponto A ao ponto B, sem fórmulas mágicas, com algo objetivo, porém, toda obra tem falhas e acreditamos que o livro pode ser sim de grande ajuda. Ainda mais se você, assim como eu, em um primeiro momento não tem conhecimentos sobre este tema.

Gostou? Audiolivro aqui (link youtube)

Você já leu Pai Rico, Pai Pobre? Conte a nós o que você achou do livro nos comentários.